Ballet Wishes Barbie Doll e a “playlinezação” das colecionáveis

Mais um lançamento original (cof, cof) para os colecionadores. Nesta edição vemos uma Ballet Wishes praticamente irmã gêmea da lançada anteriormente, com algumas alterações. Rosas decoram a saia do vestido, assim como também estão presentes na tiara. A modelagem do traje é praticamente a mesma se comparada com a versão anterior, apenas o que se nota é que o tule não foi usado com tanto destaque como outrora. E o tom de rosa ficou um pouco mais forte. A loirice também migrou do tom platinado para um loiro mais forte:

Crédito da imagem: divulgação Mattel via target.com
Crédito da imagem: divulgação Mattel via target.com

Imagens via target.com

O rosto é o mesmo. Dai a pergunta: qual o problema de, ao menos, mudarem o molde? Não entrarei na discussão de que o Mackie é um rosto “tradicional” para Barbie, mas enfim, são inúmeros moldes e certamente existe um outro mais “angelical” ou “menininha” que poderia ser adotado: TNT e/ou SuperStar (mais retrô), Teen Talk e/ou Teen Skiper (se quisesse um sorriso no rosto, para fugir do também cansativo Generation Girl); Tori, Alice… enfim, tantos outros, que qualquer um seria melhor do que repetirem O MESMO molde da boneca lançada no ano passado.

Considerando o slogan na caixa, “Para sua pequena bailarina”, logo, a boneca muito provavelmente agradará uma criança e aqueles que curtem a dobradinha loira + bailarina + rosa.

O protótipo da de 2013, apenas para comparar:

Crédito da imagem: divulgação www.barbiecollector.com/Mattel
Crédito da imagem: divulgação http://www.barbiecollector.com/Mattel

Ai você pode dizer: mas é bailarina, esperava o quê? A fabricante já provou que tem capacidade suficiente de produzir bailarinas diferentes entre si, como ocorreu na série Classic Ballet, na qual é mais complicado ver semelhanças tão gritantes (e que poderia ser aplicado em uma coleção mais simples/barata, mudando cores de vestidos, modelagens, moldes de rosto/corpo, etc).

O que se percebe é que algumas bonecas selo Pink, que visam introduzir o público que compra Playline para a linha colecionável – como o Fabrício lembrou dias atrás – acarreta, como consequência, uma “playlinezação” que agrada uma parcela considerável de compradores, porque assim como essa, outras como a recente It’s a Girl também teve certo apelo do público, esgotou e já tem novo lote previsto pra venda. Além dessas, outras também entram nessa onda, como as representantes da coleção Birthday Wishes (2013 e 2012, por exemplo),  Butterfly Glamour (embora esteja encalhada; também pudera!). Em outros exemplos, que fogem do rosa mas permanecem na onda da “Playlinezação“, posso citar a Shoe Obsession, Sports Illustrated (apesar do fundo temático ser mais adulto, mas que muitos colecionadores não engoliram como sendo a versão também em comemoração dos 55 anos da Barbie, além da revista), as mais recentes lançadas na série Dolls Of The World (a escovinha e a cartelinha de adesivos reforçam isso), até a Britto que muitos detestaram e também julgaram simples demais (já eu simpatizei e até adquiri uma), entre outras.

Bonecas com selo Pink mas com visual, acabamento e/ou qualidade que fogem do considerado normal em bonecas colecionáveis acaba não sendo um ponto de discussão muito coerente – porém julgo sadio debater a respeito -, já que enquanto há vezes em que vemos itens nada atrativos, em outros casos surgem bonecas lindas, como as da série The Museum Collection, por exemplo, com capricho no acabamento, apesar do label e preços mais acessíveis; ou os bonecos da parceria Mattel/Disney como os Piratas do Caribe (Jack por exemplo) e o Chapeleiro Maluco (maravilhoso!). Já há tempo que têm sido difícil ver algo com qualidade semelhante nesse label; tem sido a rara exceção, e não regra.

Nada contra quem gosta exclusivamente ou simpatiza com Playlines, não estou dizendo isso e já debati a respeito aqui no blog (e até tenho itens dessa linha), mas acho que já tem muita gente cansada de ver essa “playlinezação”, muitas vezes revestida de falta de criatividade/qualidade, acontecendo na linha colecionável, ainda mais quando analisamos o “todo” de coleções que, muitas vezes, não arrebatam corações. Esse resultado “óbvio” já é facilmente encontrado em qualquer loja de brinquedos ou departamento, na própria linha Playline, e não precisava também estar presente na linha colecionável (ou que se restringisse apenas a um item por ano, já está de bom tamanho!).

Resumo da ópera: a boneca é até bonitinha (inha, inha), mas… para por ai. Next!

E você, o que pensa a respeito disso tudo? Está satisfeito com o que tem visto nas últimas coleções? Acha que essa “playlinezação” procede?

***

Observação importante: os créditos das imagens estão na legenda de cada uma; ao clicar, as imagens/links redirecionam para suas páginas de origem. Se você é autor de alguma imagem, por favor, leia nossa página sobre uso de conteúdo.

Anúncios

17 comentários sobre “Ballet Wishes Barbie Doll e a “playlinezação” das colecionáveis

  1. Eu gostei da doll em si. A do ano passado achei feia. Eu só acho que eles poderiam ter feito uma versão de vestido azul bebê, porque não é toda menina que gosta de rosa. Ela me lembra bailarinas estilo rococó com essas florzinhas na saia. Só não concordo com o preço cobrado por essas dolls de selo Pink aqui. Se a Britto pode custar 100 Reais porque essas também não?.

  2. Samira, em primeiro lugar parabéns pelo post maravilhoso e muito bem escrito, concordo com você em tudo, a qualidade das collectors não tem caído e sim despencado de um tempo para cá, eu particularmente, gosto (ou gostava) muito da série Dolls of the World que eram até tempo atrás maravilhosas incluindo as princesas, que espero ter todas logo rsrsrs, mas ultimamente o negócio tem ficado feio não só no selo pink mas nos outros também, vi o seu post sobre a Laser-Leatherette que é uma platinum e provavelmente virá com horríveis brincos de plástico, isso só como um exemplo, amo demais a Barbie mas fico vendo a qualidade das bonecas da integrity toys que dá até uma dor no coração, mas quem sabe a Mattel não acorda e faça mudanças, principalmente nos designers, antes de perderem mais mercado. Um grande abraço.

  3. Faz um bom tempo que não adquiro novidades. Fico esperando alguma repro legal ser lançada e quando lançam… É aquela decepção! Lembro que empolguei quando soube tempos atrás que lançariam novas Francies, e quando lançaram veio aquela decepção: Silkstone. Maquiagem carregadíssima. Uma boneca com fashions bonitinhos, mas que não inspirou familiaridade. Fiquei pensando: Qual o público alvo dessa linha? Vou aproveitar a rima e dizer que a boneca ficou com cara de galinha.
    As vezes me pergunto se a Mattel faz isso de propósito, ou realmente não conhece os consumidores em potencial.

    Aquelas bonecas da coleção Dream House são mais interessantes, e parecem ter qualidade superior que tantas collectors!

    As vezes da uma vontade de ter uma boneca nova… Mas não tem um lançamento que combine com a minha coleção.

    P.S.: Primeiro comentário. Parabéns pelo site! Acho muito legal esse espaço que vocês criaram.

  4. Olá Sam, há um tempo atrás eu colecionava playlines, mas de tanto a qualidade cair, doei a maioria e só fiquei com seis, e sinceramente, vejo mais qualidade nas minhas SIS, que nestas últimas “collectors”, O que aconteceu com os molds legais?? Temos MOTM, Daria, Marisa, Steffie (OK, este último está meio comum, mas é um mold lindo!!), se quiserem algo meigo, também temos tantos outros, o Lea por exemplo. O jeito é comprar bonecas mais antigas, que essas sim tem qualidade inacreditável, lembrando que nem dá pra comparar as Pink’s de hoje com as antigas, saudades das On Location, é uma pena ver a Barbie nessa situação, sempre me orgulhei tanto de dizer que sou colecionador, e do nada isso vai acabar?? Acorda Mattel!!!

  5. Oi Sam…a 2ª Ballet Wishes está mais graciosa que a 1ª e ambas são bem parecidas coma It´s a girl…acho elas todas umas gracinhas,delicadas e bem cara de Barbie mesmo, mas considero que estão mais para playlines, não deveriam ter saído com selo pink label. Tenho em minha coleção muitas playlines,e gosto muito delas, mas playlines e collectors são gêneros distintos e bem específicos,não dá para misturar. A Mattel tem deixado muitos colecionadores órfãos de qualidade, eu amava as DOTWs, mas ultimamente, não encontro uma que me agrada. Gosto de dolls com vestidos bem executados, de alta costura, rodados ou não, mas com infinitos detalhes no acabamento…e tenho que me contentar com uma platinum com brinco de plástico…até mesmo as silks estão mais simples…ainda me recuso a migrar para outra marcas de dolls…mas não sei até quando conseguirei manter minha fidelidade à Mattel. Beijos querida…Parabéns pelo post !

  6. Oie!!! A quanto tempo!!! Fiquei sem net no pc por muito tempo, agora que normalizou! Essa bailarina é uma graça! Me lembro que anos atrás as playline eram assim, e não a caca cheia de purpurina e corpete e sapatilhas pintados no corpo… Mas quase não tem diferenciação com a do ano passado, tem razão. Mattel decepcionando. Tem muito tempo que não compro uma collectible, acho que a última foi a Paso Doble… Eu primo por diferenciação, agora todas saem parecidas, ou pelo menos parecidas com as que eu já tenho. Também nem estou comprando Monster High. Gosto delas mas a qualidade está cada vez mais chinfrin e o custo cada vez mais alto… Mesmo assim postarei fotos das últimas que comprei em breve ^^
    Bjks!

  7. OLÁ SAMY, REALMENTE FIQUEI ENCANTADO COM A DOÇURA DESTA DOLL, COM CERTEZA TEM UM LUGAR NA MINHA COLEÇÃO , ACHEI MARAVILHOSA.!

  8. Amei essa doll, o combo Mackie+rosa+loira+bailarina é perfeito! Não adianta, o molde Mackie, na minha opinião é o mais bonito de todos e sempre foi meu favorito!

  9. Ando muito crítico, mas é justamente por causa do meu amor exacerbado por nossa diva. Me dói ver tal decadência.

    A boneca é uma fofa, mas para fazer esse tipo de coisa eu acharia muito melhor que melhorassem as playline, com roupas mais cuidadosas, cabeças menores e maquiagem delicada.

    Esse é uma lindíssima boneca bailarina para a linha I Can Be…, por exemplo. Ao invés daqueles horrores que vendem para as crianças com os olhos gigantes e esbugalhados, sempre no mesmo tom de azul, com aquele sorriso enorme e quilos de glitter.

    Quando comecei a colecionar, existiam VÁRIAS bonecas colecionáveis com temas mais infantis e tiragem maior. Todas lindas. A própria coleção do balé, as princesas (o que é aquela Bela Adormecida lindíssima, com o cabelo loiro quase ruivo em cachos até a cintura?), a Mary and her lamb, a Curious George… Bonecas lindas, bem feitas, com temas infantis, e que se um colecionador comprasse e trocasse a roupa, ficavam maravilhosas.

    Eu que sou eu, nesse ano, só comprei (e acho que só vou comprar) as bonecas da Scarlett. Ainda assim, por gostar muito do filme, já que a roupa vermelha deixou a desejar (como se não bastasse ser um modelo repetido).

  10. nossa!sinceramente pra min ja deu!ja nao aguento mais tantas bonecas feias!ja dei um surto quando vi a ballet wishes e arrebentei na parede um monte de playlines!se eu nao tivesse com tanto sono agora arrebentava esse celular,ainda bem q ja tenho uma das collectors que eu mais queria,vou comprar o q falta ja começei a comprar minhas primeiras fashion royaltys e pretendo esquecer a mattel!otimo post samira!

  11. Já fiz um comentário que me parece extenso, mas alguns dias depois, e comprei minha primeira playline, com licença, mas vou arriscar uma parte 2.

    Como eu disse, queria uma boneca nova.
    Não queria esperar muito tempo, ou disponibilizar uma grande quantia.

    Comecei a ver nos sites Brasileiros o que tem no mercado. De cara encontrei o que não gosto: aquela imagem que a Mattel insiste em perpetuar na Barbie de vitima e tirana do sexismo rosa. Achei a Midge da coleção Dreamhouse bonitinha. Sumiu dos sites e lojas. E eis que… Barbie Style. Que foi analisada aqui no MBD, mas como é playline, pulei. Só vi agora. É a collectablização das playlines!
    Fui numa loja ver de perto.
    Vou ter a demi-decência de poupar os detalhes, mas tive uma ótima experiência onde cheguei muito cedo, e uma moça muito solicita que estava fazendo limpeza me levou até um andar só de Barbies e me deixou só, pra ver tu-do de perto.
    Escolhi ficar com a Teresa da coleção Style (que se destaca das outras outras linhas).
    Finalmente uma linha atual em que as bonecas não parecem vir embrulhadas em embalagens de bala. As peças tem cara de roupa, por mais que você não seja fã do estilo. Cílios, que nesse tipo de boneca fazem toda a diferença pra mim. Lavei a goma do cabelo da Teresa sem culpa. Ficou lindo. E é ótimo poder posar a boneca articulada.
    Vi que vem a second wave por aí, e quero muito que a Midge chegue ao Brasil.
    Se a Mattel libertasse as Playlines do sexismo rosa e das embalagens de bala, eu estaria mais atento e iria as lojas com mais frequência.

    P.S.: Falei tipo mal das Silkstones no outro comentário. Apesar disso, vejo as Silks como o verdadeiro trunfo da Mattel atual. A linha se mantém sempre linda. Não coleciono por uma tentativa de foco.

    1. Sim, também senti isso quando vi os protótipos e depois a primeira wave, de perto, das Style. Embora tenham um preço bem salgado pra uma Playline, ver que possuem alguns diferenciais, como cílios e corpo articulado, além de roupas com cores realistas que fogem do rosa famigerado e “tradicional” (para Barbie), chamam a atenção de quem já se acostumou a ver bonecas nessa linha com qualidade pra lá de duvidosa, além da infantilização (compreensível, já que a linha playline é, maioritariamente, destinada a crianças; pelo menos, é o argumento da fabricante volta e meia).
      Enfim, não dá pra saber até quando eles farão algumas exceções nessa linha como é o caso das Style e Life in the Dreamhouse. Assim como não dá pra saber até quando veremos itens nada atraentes na linha colecionável, igualmente com qualidade, acabamento e visual duvidoso. Mas achei o debate válido, já que a gente investe tanta grana nesse hobby, então, de algum modo a gente tem e deve expor nosso ponto de vista. Vai que um dia a fabricante resolva ficar de olho na opinião do público e mudar alguma coisa? (O problema que percebo é que assim como nós, brasileiros, o público gringo também tem uma opinião bem diversa sobre o assunto: uns aceitam, outros não).

  12. Nossa, concordo muito com o que vc disse. Inclusive, estou decepcionada com as barbies colecionaveis. Quando era um pouco mais nova, eu colecionava as imagens das barbies, sonhando em um dia adquiri-las, de tão lindas. Minha mãe me deu minha primeira barbie de coleçao, que é a barbie 40 anos e depois comprei mais duas. Agora, que estou trabalhando, vejo as bonecas novas nas lojas e vejo o quanto a qualidade caiu… me dá até tristeza. É claro que existem exceções, mas acho que as antigas ganham em beleza e qualidade. De qualquer forma, vou tentar recomeçar minha coleção, pois sou apaixonada por bonecas.
    Ah, antigamente até as barbies que não eram de coleção eram lindíssimas e de ótima qualidade… tenho algumas que deixo no stand junto com as de coleçao.
    parabéns pelo blog! Não conhecia e achei ótimo pra ver as novidades e sua opinião sobre o assunto.

Deixe seu comentário no espaço abaixo! Obrigada! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s