Outros colecionadores: Bettina Dorfmann | Alemanha

Orgulhosamente apresento a vocês hoje uma entrevista especial com Bettina Dorfmann, que possui a maior coleção de Barbies do mundo. Além de Barbies, Bettina coleciona títulos. Já apareceu diversas vezes no Guinness Book como a colecionadora com o maior número de bonecas: são mais de 15 mil; destas, milhares são Barbies, além de outros itens e acessórios com a marca. Seu foco principal são Barbies comercializadas originalmente na década de 1960, fato que faz com que selecione bem seus itens vintage. Mas também possui bonecas contemporâneas, entre outras raridades.

Há 19 anos, quando iniciou a coleção, Bettina convive com as bonecas em sua casa: vários cômodos foram dedicados totalmente para elas. Também restaura itens, além de promover exposições e auxiliar os colecionadores que desejam expor.

Bia Schrenk, colecionadora brasileira que atualmente mora na Alemanha (e que também já apareceu por aqui), foi quem ajudou a intermediar nossa conversa, iniciada há algum tempo e agora finalmente realizada. Muito obrigada, Bia!

Crédito da imagem:  Bettina Dorfmann/Arquivo pessoal
Bettina segurando a última edição do Guinness, de 2013, onde registrou novamente o recorde de possuir a maior coleção de bonecas e Barbies em todo o mundo | Crédito da imagem: Bettina Dorfmann/Arquivo pessoal

A pedido da colecionadora, a entrevista foi publicada em dois idiomas (português e alemão). Gentilmente Bia me auxiliou com a tradução. Confira uma breve trajetória de Bettina e sua coleção!

My Barbie Doll: Conte um pouco sobre sua história:

Bettina: Tenho 52 anos e moro em Düsseldorf. Já trabalhei como contadora e depois como economista. Nos últimos 19 anos sou a única a ter uma clínica de restauração para Barbies aqui na Alemanha. Sou especialista em barbies e outros tipos de bonecas. Todos me procuram para saber sobre valores de bonecas, em que ano foram feitas, sobre sua origem, como fazer seguro de sua coleção etc. No momento trabalho como jornalista e escrevo livros sobre brinquedos. Um livro já está a venda nos Estados Unidos e também presto consultoria para colecionadores que querem expor suas coleções de Barbies e outros tipos de brinquedos, além de também emprestar minhas bonecas para exposições [um dos livros escritos por Bettina foi o Barbie – The First 30 years, vendido em várias livrarias internacionais, inclusive pela Amazon].

MBD: Quantas bonecas você tem? Que tipo de Barbie você prefere colecionar?

Bettina: No meu último Guinness World Records tinha 15.000 Barbies. Tenho preferência pelas Barbies dos anos 60 porque foram as que eu brinquei quando era criança. Mas também tenho outros tipos de Barbie.

Bettina restaurando bonecas | Crédito da imagem:  Bettina Dorfmann/Arquivo pessoal
Bettina restaurando bonecas | Crédito da imagem: Bettina Dorfmann/Arquivo pessoal

MBD: Como, quando e por que você começou a colecionar Barbies?

Bettina: Há 19 anos dei minhas bonecas para minha filha, porém ela queria Barbies atuais, e foi ai que tudo começou. Foi nessa época que comecei a colecionar Barbies.

MBD: Qual foi sua primeira Barbie?

Bettina: Ganhei minha primeira Barbie com 5 anos de idade, era uma Midge loira.

MBD: Onde compra suas Barbies?

Bettina: Em encontro de colecionadores, de pessoas que vendem no eBay e de outros colecionadores nos Estados Unidos.

MBD: Há algum fato curioso sobre sua coleção, além de ser a maior colecionadora de Barbies do mundo?

Bettina: Quando começo algo gosto de fazer o meu melhor e ser a melhor no que faço. Minhas Barbies tem de ser todas originais e autênticas de sua época, como roupas, cabelos, sapatos e make up, tudo original. Minhas bonecas estão sempre expostas em exposições e museus e por isso é importante pra mim que elas sejam originais de suas épocas e que estejam sempre impecáveis. Quando recebo um telefonema sobre alguma boneca em especial, pego o carro e dirijo por horas. Não importa se o lugar for perto ou longe, eu vou.

Crédito da imagem: Ranald Mackechnie/Guinness World Records
Crédito da imagem: Ranald Mackechnie/Guinness World Records

MBD: Como lidar com tantas bonecas? Como faz para organizar? O que faz para cuidar de sua coleção?

Bettina: Todas minhas bonecas são listadas, ficam em vitrines e algumas ficam muito bem embaladas em caixas especiais. Apenas as limpo regularmente e estou sempre de olho, porque elas são muito antigas e precisam de muito cuidado.

MBD: O que sua família e amigos acham de sua coleção e paixão pelas bonecas?

Bettina: Todos acham maravilhoso porque com minha coleção posso mostrar a história da Barbie e como tudo começou.

MBD: Quer deixar uma mensagem a quem tem vontade de colecionar, mas ainda não começou?

Bettina: Colecionadores são pessoas felizes e poder conhecer e ter contato com outros colecionadores é maravilhoso.

***

Entrevista em alemão:

MBD: Möchten Sie etwas über ihre Person sagen, was ihr Beruf ist, wo Sie wohnen, wie alt Sie sind etc.?

Bettina: Ich bin 52 Jahre alt und wohne in Düsseldorf. Nachdem Wirtschaftsabitur habe ich eine kaufmännische Ausbildung gemacht und anschließend im Wirtschafts-Bereich gearbeitet. Seit ca. 19 Jahren betreibe ich die einzige Barbiepuppenklinik in Deutschland, bin Sachverständige für Barbies und Puppen, arbeite als Fachjournalisten und Buchautorin im Spielzeugbereich, ein Buch ist bereits in USA erschienen. Ebenfalls erarbeite ich Ausstellungskonzepte im Barbiepuppen- und Spielzeug-Bereich, bestücke und verleihe sie. Wie viele Puppen haben Sie insgesamt?

MBD: Wie viele Puppen haben Sie insgesamt? Haben Sie bestimmte Präferenzen in Ihrer Sammlung, z.b Barbies der 60er Jahre, Silkstones etc.?

Bettina: Mein letzter Guinness World Rekord lautet 15.000 Barbiepuppen. Mein Hauptgebiet sind die 60er Jahre, da ich in meiner Kindheit mit diesen Puppen gespielt habe. Die restlichen Jahrzehnte und Sammlerpuppen habe ich natürlich auch.

MBD: Was war der Grund dafür, dass Sie begannen, Barbies zu sammeln und wann war das?

Bettina: Vor ca. 19 Jahre habe ich meine Barbies meiner Tochter gegeben, sie wollte aber die aktuellen Puppen, da habe ich dann angefangen zu sammeln.

MBD: Welches war Ihre erste Barbie? Wo kaufen Sie Ihre Barbies?

Bettina: Meine erste Barbie bekam ich mit ca. 5 Jahren es war die blonde Midge. Von Börsen, Privatleuten, von anderen Sammlern und aus USA. Wenn ich etwas beginne, dann immer sehr intensiv und genau. Meine Barbies müssen alle original und der Zeit entsprechend gekleidet sein, auch Makeup und Frisur müssen original bleiben. Da ich viele Ausstellungen in Museen bestücke ist das Originale sehr wichtig.Wenn man dann einen Anruf bekommt und etwas Besonderes ankaufen kann, setzt man sich gleich ins Auto, sobald es möglich ist und fährt auch unendliche Wege.

MBD: Wie ist es, mit so vielen Puppen zusammenzuleben? Wie organisieren und ordnen Sie es?

Bettina: Alle Puppe sind aufgelistet, stehen in Vitrinen oder sind sorgfältig verpackt.

MBD: Was tun Sie, um ihre Sammlung zu pflegen?

Bettina: Regelmäßig reinigen und durchsehen. Da die Puppen schon älter sind, brauchen sie viel Pflege.

MBD: Was halten Ihre Familie und Freude von Ihrer Sammlung und Ihrer Leidenschaft für Puppen?

Bettina: Es sind alle begeistert, da ich die Geschichte der Barbie-Puppe anhand meiner Sammlung darstellen kann und alles original ist.

MBD: Möchten Sie eine Nachricht an alle Menschen geben, die gerne sammeln möchten, aber noch nicht damit angefangen haben?

Bettina: auf jeden Fall! Sammler sind glückliche Menschen und haben ständig guten Kontakt zu anderen Sammlern.

***

Para visualizar melhor detalhes sobre a coleção de Bettina, abaixo veja uma reportagem em vídeo, feita neste ano, onde ela apresenta algumas bonecas preferidas:

Agradeço mais uma vez à Bia por ter me ajudado e à Bettina por ter aceitado meu convite (Danke, Bettina!).

O que acharam da trajetória dela com o hobby?

Anúncios

13 comentários sobre “Outros colecionadores: Bettina Dorfmann | Alemanha

    1. Oi Natália!
      Que bom!
      Ela foi muito acessível, contatamos ela pelo Facebook (o porém é o idioma, só fala alemão, mas acredito que ela responderia outras perguntas numa boa, já que gosta de fazer amizades com pessoas que tenham algo em comum, no caso, o hobby).
      Abs.

  1. Nossa Sam,a entrevista ficou simplesmente maravilhosa!!!
    Fico emocionada e feliz por ter contribuído um pouquinho para que a entrevista acontecesse.A Bettina foi uma fofa,tem uma colecao admiravel e vc com seu talento soube completar e conduzir a entrevista maravilhosamente bem.Parabêns e parabêns pelo blog que está a cada dia mais e mais gostoso de lêr.
    Abracao a todos 🙂

  2. sonho de muita gente né?15.000 barbies,mas acho que eu nao teria tantas bonecas assim(gostar de 15.000 parece ser impossivel pra min)bem elaborada as perguntas.
    Tem 2 pessoas que eu gostaria de ver aqui o igor e o b4rbi3lover.
    Bjs(e obrigado pela visita 😉 )

  3. Obrigada Genesio, Natalia, Bia, Artur, Marta, Caori, Bricio e Mieke pelos comentários. Agradeço, mais uma vez, à Bia pela ajuda, e também à Bettina por ter aceito meu convite. Apesar de ler inúmeras notícias a respeito da coleção dela, ficava curiosa para saber como era ter que lidar com milhares de bonecas. Confesso que, particularmente, acredito que não conseguiria (já fico maluca em ter que limpar e organizar minha coleção, que tem menos de cem itens, imagina milhares?!). Mas admiro Bettina por sua paixão e pela oportunidade que tem de se dedicar inteiramente ao hobby.
    Bia, obrigada por ter tornado isso possível 🙂
    Beijo a todos!

Deixe seu comentário no espaço abaixo! Obrigada! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s