Grandes nomes da Mattel: Stacey McBride-Irby

Stacey | Crédito da imagem: obama2012dolls.com

So In Style: uma série de bonecas que inovou recentemente o mercado nesse segmento ao retratar lindas dolls negras, com características pertinentes a cultura afro-americana. A responsável pela coleção? Stacey McBride-Irby, desginer que atuou na Mattel durante treze anos, desenvolvendo várias criações. Mas sua ligação com as produções Afro se fortaleceu ainda mais na última década.

Stacey sempre esteve ligada de certo modo ao mundo de Barbie. Tudo começou na infância, como muitos colecionadores e admiradores da boneca. Decidiu, pois, empreender carreira com a qual fosse possível se reaproximar de sua paixão. Kitty Black-Perkins, experiente designer da Mattel – já a apresentamos aqui – foi sua maior inspiração. Incentivada pela família, sobretudo pelo pai, Stacey decidiu tentar uma vaga na multinacional. Munida de currículo, coragem e ousadia, foi convidada a, assim como Kitty, produzir um traje seu para Barbie. E foi aprovada!

Entre seus trabalhos estão bonecas da série I Can Be…, como são os casos da Barbie Rock Star e Barbie Noiva, ambas lançadas em 2010, além da série S.I.S. À época do lançamento da série S.I.S. integrantes da comunidade afro nos EUA chegaram a se manifestar contrários ao lançamento, uma vez que várias bonecas desta mesma série foram produzidas com cabelos lisos. A designer se justificou informando que um dos momentos divertidos na brincadeira com as bonecas é justamente pentear os cabelos, e sendo longos e lisos, contribuiria para que isso fosse possível.

Mas sua dedicação às bonecas negras se intensificou a partir de 2008, ao ser eleita para criar uma boneca em homenagem à Alpha Kappa Alpha, primeiro clube grego de moças afro-americanas fundado em 1908 (e que completava seu centenário em 2008). Usando um bonito vestido que combina perfeitamente as cores rosa e verde, com detalhes dourados, a boneca, classificada como Pink Label, é uma verdadeira raridade, muito cara quando encontrada no eBay, por exemplo, algo inusitado quando falamos em bonecas lançadas em massa pelo mesmo selo.

Atualmente Stacey McBride-Irby continua na área de Design de brinquedos, especificamente bonecas, porém com projeto próprio e engajado politicamente. Ano passado Stacey se tornou vice-presidente sênior no desenvolvimento dos produtos do One World Doll Project, projeto que visa a criação de bonecas multi-culturais. Uma das criações, inclusive, celebra o Presidente Obama e sua reeleição, já que Stacey apoia o candidato e desenvolve trabalhos em parceria, como é o caso do projeto Obama Styles.

Confira algumas produções de Stacey em sua passagem pela Mattel:

AKA Centennial Barbie Doll, de 2008: um dos destaques da boneca é o lindo par de sandálias | Crédito da imagem: ruskra/eBay
Primeira onda de bonecas e boneco lançados na coleção | Crédito da imagem: Divulgação Mattel via examiner.com
Stylin’ Hair Trichelle Doll | Crédito da imagem: Divulgação Mattel
So In Style Trichelle & Janessa Dolls — “Art” | Crédito da imagem: Divulgação Mattel
S.I.S. Pastry Collection, de 2010 | Crédito da imagem: Christo3furr/Flickr

E você, possui alguma boneca desenhada por Stacey? Deixe seu comentário! 🙂

***

Os créditos das imagens estão na legenda de cada uma; ao clicar, as imagens redirecionam para suas páginas de origem.

Anúncios

15 comentários sobre “Grandes nomes da Mattel: Stacey McBride-Irby

  1. Eu amoooooo as S.I.S e tenho varias.Aqui onde moro gracas a Deus sempre chegam todas as So In Style,aliás,sao tantas que por fim fica até dificil querer ter todas e comprar todas(apesar de que aqui elas sao bem baratinhas),e por isso eu foco nas que mais gosto que sao a Trichelle e a Chandra…essa última tem um rosto liiiiindo e um olhar penetrante que adoro.Mas a minha queda mesmo é pela Trichelle e a acho a cara da atriz Camila Pitanga,podem reparar…elas sao parecidissimas rsrs.Gosto tambem das irmazinhas,as acho super fofinhas.Amo dolls negras e gosto sempre de deixa-las todas juntinhas num cantinho batizado carinhosamente por mim de”minha senzala”rs.Sempre dou preferencia pelas dolls negras em minha colecao e gosto do fato das minhas filhas poderem ter e brincar com bonecas iguais a elas;coisa que na minha infancia isso nao era possível,pois só se achava bonecas brancas e louras nas lojas.Parabêns pelo post Samira.Bj 🙂

  2. É uma pena ela não ter assinado mais collectors, afinal de contas a Aka Centennial é deslumbrante e ela poderia assinar outras tão lindas quanto essa!

  3. Graças á Deus eu consegui garantir a minha Grace, essa segunda coleção nunca veio aqui, eu simplesmente me derreti toda pelo vestido da Trichele! Mas uma coisa! Chandra não é Lenara???? Qual o nome dela, afinal? Não a encontro mais, acho ela uma negona fantástica.

    Quando tiver coragem – e cabelo – eu faço reroot rosa na Grace, vai ficar bem parecido com a Nicki Minaj Barbie Doll. Bjos, Sam!

  4. Apesar de não ser a “minha praia” essa coleção, eu tenho de fazer reverência ao magnífico trabalho de Stacey. Os modelos criados por ela são maravilhosos. Um dia, quando a minha gastança com as da Estrela acabar… rsrsrsrs
    Parabéns pela matéria Samira, gostei muito de conhecer essas beldades. Beijos!!

  5. Parabéns Sam muito bom o post, eu tenho a primeira versão da chandra muito linda, gostaria que todas SIS vinham para o Brasil e também que a Stacey mudaria um pouco os mold face para diferenciar mais uma da outra todas são mbili, podia fazer umas mbili outras christie, asha entre outras, beijos!

  6. Até hoje me arrependo de não ter comprado a SIS Chandra/Lenara com a irmãzinha quando tive a oportunidade. Essas bonecas sumiram completamente de vista, e as roupas eram ótimas.

    1. Obrigada Emerson, Alee, Alexandre, Bia, André, Barbiera, Naidia, Sandrinha, Katia, Mieke e Marta pelos comentários. Admiro o trabalho da Stacey, ainda mais pelo engajamento que ela possui em querer valorizar algo que infelizmente não é muito valorizado nem pelos fabricantes de brinquedos e em partes também não é valorizado pelo público: os bonecos e bonecas negros. É claro que os que foram feitos e estão disponíveis no mercado auxiliam para que esse problema seja minimizado, mas muito mais poderia ser feito. Sem contar o fato de pelo menos aqui no Brasil termos essa triste realidade em não vê-las sendo comercializadas.
      Curti as S.I.S., principalmente as outras versões lançadas e que jamais chegaram ao Brasil. Apesar de estar me desfazendo de uma delas, a Chandra, ainda ficarei com a Trichelle. As duas são lindinhas (mas estou definindo focos na coleção, então, tenho que me organizar quanto a isso).
      Alee, não sei se será o caso de não as produzirem mais, até porque após a saída da Stacey foi lançada mais uma onda de S.I.S., entre elas a Marisa, que não tinha antes. Não sei se a Stacey ainda estava lá quando isso ocorreu, mas enfim… apesar dela estar por trás da concepção da coleção, pode ser que ainda continue. O jeito é aguardar 2013 para ver se surgirá alguma nova edição dessas bonecas. E apesar de a designer estar com um novo projeto, não se sabe se de fato interrompeu seu contrato com a Mattel. Pode ser que ela tenha dado um tempo, enfim, não dá para saber essas informações administrativas.
      Barbiera, como a Naidia apontou, no Brasil a Chandra foi comercializada como Lenara, acredito que para evitar que o nome original fosse ouvido/usado de forma pejorativa. Pensa um pouquinho em que termo o nome original lembra? Pois é. Não sei se foi em virtude disso, e pode até ser doidera da minha cabeça, mas como acompanhamos nos posts sobre a história de Barbie e amigos, já ocorreu muitas vezes mudanças nos nomes de personagens, quando comercializados em outros países. Logo, isso não é um fato inédito e nem acredito que seja a última vez que será adotado.
      A AKA Centennial é linda! Adorei a sandália, diferente quando já estamos acostumados aos mesmos modelos que sempre são reutilizados em lançamentos. Uma pena ser tão cara, mas isso é legal ao pensar no trabalho da designer, já que valoriza sua produção.
      Aliás a história da Stacey é super bacana. Só de pensar que ela conseguiu trabalhar em algo que sonhava, nossa… gostaria de também ter a mesma oportunidade.
      Beijo, pessoal!

  7. Olá Sam, eu tenho a Chandra da primeira coleção, ela é muito linda, mas eu adoraria ter outras S.I.S, pena que na minha cidade só chegaram as doll da primeira coleção!!!!!

  8. Post perfeito.

    Amo as SIS, e infelizmente quando a primeira coleção chegou ao BRASIL, eu ainda não tinha maturidade / curiosidade de fazer coleção de Barbies.

    Porém recentemente adquiri a Grace, a unica que consegui encontrar com um preço legal… pois todas que encontrei estão na faixa dos 100,00 pra cima que pra mim, pra uma boneca playline e simples, apesar de linda, não compensa.

    Amo bonecas negras e meu foco é nelas. Parabéns pelo posta Sammy!

Deixe seu comentário no espaço abaixo! Obrigada! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s