Outros colecionadores: Fabricio Longo | Rio de Janeiro

Itens raros fazem parte da coleção do ator Fabricio Longo, dono de vários objetos de desejo certamente presentes na wish list de muitos colecionadores, incluindo a primeira versão da nossa musa de plástico e de Ken. Confira!

O colecionador e sua preciosa versão de Ken | Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal

Prateleiras, estantes… Um quarto todo cheio de riquezas para quem admira o universo de Barbie e seus amigos. A coleção de Fabricio guarda itens importantes, que marcaram a trajetória deste que é considerado um dos brinquedos com maior sucesso de vendas no mundo inteiro. A paixão do ator por Barbies começou cedo. “A minha primeira memória é sobre a Barbie. De querer uma desesperadamente e não poder ter. É algo muito importante para a formação da minha identidade, sempre significou muito para mim. Foram anos implorando, mas depois que consegui convencer a minha mãe, não parei mais. Em novembro de 1996 comprei minha primeira colecionável, só porque tinha gostado da boneca mesmo. Mas quando vi que era uma edição especial, tive um estalo e percebi que tinha nascido pra colecionar Barbie, já que era a única coisa que eu sempre queria mais e mais!”, conta.

Atualmente cerca de 380 bonecas fazem parte do acervo do colecionador, que relembra a primeira que ganhou na vida: “Aos dez anos de idade consegui convencer minha mãe a me dar minha primeira boneca, a princesa Jasmine do filme Aladdin. Aí ela precisava de uma cama, de um armário… e comecei a ganhar móveis da Barbie. Foi como ‘comer pelas beiradas’. Quando já tinha quase todos os móveis da ‘linha brilhante’ da Estrela, para os meus bonecos do Aladdin, disse para minha mãe que já era a hora de ganhar uma Barbie mesmo, e a escolhida foi a Barbie Star Hair, versão brasileira da Hollywood Hair. Finalmente ter uma Barbie MINHA foi algo inesquecível. A primeira colecionável foi a da Polinésia, da linha Dolls of the World”.

Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal
Versões Platinum de Silkstones pertencentes à série BFMC | Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal
Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal
Versões antigas de Barbie em tamanho maior que o habitual | Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal

E quando o assunto é loucuras pelo hobby, Fabricio tem algumas para revelar: “Acho que as maiores são loucuras financeiras mesmo, de juntar dinheiro durante muito tempo para comprar uma boneca mais cara, ficar vigiando leilões, enfim… no meu acervo, a coisa que me deu mais trabalho conseguir foi a Barbie Magical Mansion, que pra mim é A casa definitiva da Barbie, e pelo tamanho e pelo preço, foi um grande desafio. A coisa mais cara foi a minha última aquisição, a Barbie número 1. Acho que nunca será superada… se bem que preciso de uma morena agora. Outra coisa pouco comum também é que tenho uma tatuagem da Barbie, e pretendo fazer outras”.

Ultimamente o colecionador tem se voltado para a aquisição de itens antigos, que remontam a história da trajetória de Barbie e demais personagens. “O foco principal da minha coleção sempre foi a cultura pop, porque gosto muito de cinema e frequentemente algumas bonecas juntam grandes paixões, como é o caso da Scarlett, do meu filme preferido … E O Vento Levou, ou da Mulher Maravilha. Mas a Barbie, por si só, é uma grande paixão e, como disse, algo muito significativo na minha vida. Então, nos últimos anos, um foco que foi aparecendo foi a ‘História da Barbie’, o que me fez procurar bonecas significativas como a Totally Hair por ser a mais vendida, a Black Barbie por ser a primeira versão negra, a SuperStar de 1977 por ser a estreia do molde mais famoso, o primeiro boneco Ken, etc… Assim, não demorou para me atrair pelas vintage também, e grandes marcos da cultura Barbie, como roupinhas vintage que ficaram famosas, o giftset da Fashion Shop e afins. O meu maior sonho de consumo, justamente pelo que representa, era ter a primeira Barbie, que consegui tem pouquíssimo tempo”, detalha.

As primeiras versões de Ken e Barbie, entre outros itens vintage | Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal
Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal
Bonecos do filme … E o vento levou | Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal
Essa não é mais uma Cyndi Lauper, já que traz na caixa um exclusivo autógrafo da própria cantora | Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal

Família e amigos o apoiam no ato de colecionar Barbies, assim como participar de eventos cujo tema seja a boneca. O colecionador também realiza exposições com seus mimos. “Sempre gostei, sempre falei nisso, e minha família sabe que antes mesmo da primeira boneca, eu já sonhava com a Barbie. Então hoje, eles se acostumaram, e acham interessante quando faço alguma exposição, participo das convenções ou dou uma entrevista como essa”. Ano passado Fabricio participou de um bate-papo entre colecionadores na convenção Barbie Brasil. O ponto central da discussão era o fato de homens colecionarem Barbies, incluindo também os preconceitos sofridos.

“Ainda há preconceito, porque vivemos num país machista e a Barbie é muito associada ao feminino. A questão é que o colecionismo, num geral, ainda não é tão difundido no nosso país. Só agora que estamos num bom momento econômico é que mais e mais pessoas estão descobrindo diversas coisas lindas, do mundo inteiro, para consumir. Acredito que com o passar do tempo isso melhore. Há bonecos maravilhosos que são ‘de menino’, com roupinhas e na escala da Barbie, de personagens de filmes e quadrinhos, feitos por fábricas como a Hot Toys ou a Sideshow Collectibles. Existe preconceito com relação a adultos gastando tanto com brinquedos (as pessoas não entendem que são mesmo para adultos), mas no caso dessas figuras de ação, não há o estigma feminino da Barbie. Só que, no fim das contas, são a mesma coisa. Então, quanto mais difundido o hobby for, mais as pessoas conhecerão os bonecos e verão que há mais na Barbie do que um mundo cor de rosa, e que bonecos como o Elvis, a linha Harley-Davidson e até o do Johnny Depp possuem apelo próprio. São temas tão variados, não vejo nada demais num homem colecionar”, afirma.

Magical Mansion: casa da Barbie com A maiúsculo, segundo Fabricio | Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal
O interior da mansão | Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal
O quarto da eterna musa de plástico | Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal

Grande parte das bonecas estão intactas na caixa, espalhadas em seu quarto. Um mundo de brilho e glamour de Barbie inteiro para si. Assim como os demais colecionadores, Fabricio também adota algumas medidas para proteger sua coleção: “A maioria das bonecas está NRFB, divididas entre alguns móveis do meu quarto. Não há como escapar de entulhar um pouco as coisas, mas quando possível faço alguma prateleira especial para um cenário ou coleção específica, até pela alegria de vê-las expostas. Fiz um móvel só para a Magical Mansion, porque acho bonito mantê-la montada, um cenário para os bonecos de porcelana do Mágico de Oz e outro para a linha Barbie and the Rockers, que eu adoro. Agora penso em fazer uma prateleira para a Fashion Shop vintage”.

Ele também deixa uma mensagem para quem, como nós, se apaixonou pelo mundo de Barbie: “Uma frase que li num fórum e gostei muito foi ‘Colecione o que você ama e você vai amar a sua coleção’. Acho que é o fundamental. Se você ama alguma coisa, não importa se vão perguntar o preço, achar esquisito ou feio. Faça o que for te deixar feliz. E em pouco tempo você, assim como eu, encontrará novos amigos e todo um mundo maravilhoso para partilhar do seu hobby. E aí, fica ainda mais divertido!”

Personagens de O mágico de Oz em porcelana | Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal
O charmoso bar da Coca-cola e a banda Barbie and the Rockers: outros mimos de Fabricio | Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal
Um show particular para Fabricio apreciar sempre que quiser | Crédito da imagem: Fabricio Longo/Acervo pessoal

Com certeza, Fabricio! Compartilhar informações sobre seu hobby e conhecer novos amigos com a mesma paixão é sempre uma ótima ideia. Obrigada por ter aceito o convite do MBD! 🙂

E vocês, o que acharam da linda coleção de Fabricio? Deixe seu comentário!

Anúncios

21 comentários sobre “Outros colecionadores: Fabricio Longo | Rio de Janeiro

  1. Meus olhos brilharam com essa linda coleção… Sonho de consumo da série E o vento levou. Linda coleção Fabricio, histórias como esta nos dá força de coninuar a colecionar. Parabéns. Amei…

  2. Hello from Spain: Fabricio has a gorgeous collection. I’m amazed at his Barbie mansion. You know if the house is sold in stores??. It is the first time I see that big house. He has wonderful clothes and furniture. Thank you for submitting your blog to this collector. Keep in touch

  3. Eu totalmente entendo ele! passo pela mesma coisa, mas eu coleciono o que gosto, não deixo que mandem em mim, parabéns Fabricio! Linda coleção. Só está faltando eu aí nesse hall de colecionadores hein ? kkkkkk
    brincadeira, como sempre, O BLOG ESTÁ DE PARABÉNS!

  4. Ameeeeeeei a entrevista!!!Eu amo a colecao do Fabricio e estou sempre namorando-a de longe rs…ele realmente tem items maravilhosos na colecao dele.Parabens a ele e parabens a vc Samira,pela blog maravilhoso e pela maravilhosa entrevista!!!Bjs 🙂

  5. Olá Sam e Fabricio, adorei a entrevista e a coleção, principalmente a Cyndi Lauper e as dos filmes: E o vento levou e O mágico de Oz em porcelana. Parabéns!!!

  6. Fabricio parabéns pela sua linda coleção, quantas bonecas lindas e difícil de se encontrar, a e gostaria de saber quanto você pagou pela primeira barbie? se for possível responder.
    E Sam parabéns pelo blog!

  7. Oi pessoal, muito obrigado pelos elogios! Como disse, a Barbie é muito importante pra mim, então acho ótimo termos um espaço como o MBD para partilhar nossas experiências.

    Marta, Barbie’s Magical Mansion is no longer sold in stores. It was launched in 1992, as a Toys R Us exclusive. I got mine on Ebay, all you have to do is search for “Barbie Magical Mansion”. It’s quite hard to find one unassembled, and even mint in box is very large and heavy, wich is why I consider buying it the craziest thing I’ve done for Barbie.

    Katia, sempre que quero alguma coisa mais rara, eu fico vigiando o Ebay durante um bom tempo, para descobrir quanto está saindo em média e me preparar para tal valor. No caso da primeira Barbie, ela costuma encerrar na base de US$ 3.000,00 em leilões abertos e ser anunciada por US$ 5.000,00 no “buy it now”. Então, para comprá-la eu estava preparado para gastar até R$ 10.000,00. Em lojas, como a Marl & B, ela sai mais cara, por isso que sempre olho o Ebay.
    A minha acabou saindo barata, dentro dos parâmetros dela, pois consegui por pouco mais de três mil dólares, com caixa e acessórios.

  8. Aiii até comecei uma coleção de barbies tenho 3 collectors sendo uma delas gold label, mas minha familia sendo tão preconceituosa com o hobby tava me sentindo um pouco desistimulado, mas a historia do fabricio me deixou inspirado a colecionar . Beiiijos a todos do My Barbie Doll

    1. Obrigada André, Cleber, Nathália, Merson, Marta, J.JD, Viktor, Bia, Alexandre, Fashion Doll, Katia, Fabricio, Bernardo e Lucas pelos comentários. Realmente a coleção de Fabricio é linda, com itens raríssimos como disse no post. Apaixonada pela Magical Mansion! Agradeço muito Fabricio por ter participado. Sua iniciativa, assim como a de outros colecionadores que já foram apresentados aqui, auxilia a desmitificar o péssimo preconceito que ainda existe em associar o gosto por esse hobby como exclusivo de meninas. Inclusive mulheres adultas passam invariavelmente em algum momento pelo mesmo problema. Quem sabe apresentando cada vez um número maior e em crescimento de colecionadores o preconceito vá sendo gradualmente esquecido? Vale tentarmos!
      Ah, esqueci de dizer no post! Bia, que também comentou aqui, será a próxima colecionadora apresentada. Fica o convite para a leitura!
      Beijo a todos!

  9. Já tinha visto a coleção do Fabricio, vasculhando o “finado” Orkut e realmente ela é M.A.R.A.V.I.L.H.O.S.A!! Obrigado Sam por nos sempre manter informados. E parabéns ao Fabricio por suas preciosidades, abraços!!

  10. Fico muito feliz por descobrir que existem muitos adultos que colecionam bonecas… Já fui muito criticada por algumas pessoas, satirizada por outras, mas uma boa maioria até me presenteia com exemplares da boneca LIV… Ainda estou no inicio, mas essa reportagem me deu mais forca para continuar…

Deixe seu comentário no espaço abaixo! Obrigada! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s