Made in Brazil: Barbie by Conrado Segreto

Nos idos da década de 1990, quando a Barbie ainda era produzida pela Estrela (sob licença da Mattel), a fabricante deu carta branca para que um estilista brasileiro pudesse ter a honra de assinar trajes exclusivos para a boneca mais famosa do mundo. Conrado Segreto (1960-1992) foi o eleito e trabalhou com esmero em um dos seus últimos trabalhos.

Uma das quatro bonecas lançadas em 1992 com a assinatura do estilista | Foto: Dreamalong / eBay

Segreto é considerado um dos mais aclamados estilistas brasileiros do fim dos anos 80 e início dos 90. Cursou o Studio Berçot, renomada escola de moda parisiense. Também estudaram na mesma instituição nomes importantes da moda brasileira como Glória Coelho – com a qual trabalhou como assistente – e Reinaldo Lourenço. Participou da Cooperativa de Moda, onde jovens estilistas paulistanos iniciaram carreira. Aos 29 anos de idade explodiu no cenário da alta-costura, assinando trajes exclusivos para damas da sociedade paulistana. O francês Yves Saint Laurent era uma de suas inspirações.

Seu primeiro desfile ocorreu em 1988, na extinta Casa Rhodia. O segundo foi realizado nas escadarias da Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), sendo consagrado com o desfile feito no Museu do Ipiranga. No último desfile de sua carreira, na também extinta Casa da Manchete, Segreto apresentou trajes luxuosos e volumosos, semelhante ao praticado à época na alta-costura. O estilista também assinou figurinos para peças de teatro.

Outra Barbie assinada por Segreto | Foto: Dreamalong/ebay
O verso da caixa, com os croquis dos trajes vestidos pela boneca | Foto: Dreamalong/eBay

Na reportagem “Boneca chique”, publicada na edição de 18 de março de 1992 da revista Veja, uma breve explicação acerca das quatro criações: “Uma delas é a cigana vestida com cores alegres, num estilo próximo ao de Yves Saint Laurent. A outra é a mulher misteriosa, envolta num tubinho preto, com uma estola de pele jogada sobre os ombros e um véu negro, uma espécie de Mortiça [sic] Addams chique. Mas o modelo mais elegante é a cópia miniaturizada de uma das roupas mais aplaudidas de sua última coleção de alta-costura: um redingote marinho longo de saia ampla, com lapelas e punhos brancos.” Segreto faleceu em dezembro do mesmo ano.

Reportagem da revista Veja, de março de 1992, apresentando Barbies by Conrado Segreto | Imagem: Ken Brazil Collector Dolls/Flickr

E se alguém tem interesse em adquirir uma destas raridades assinadas por Conrado e apresentadas ao longo do post, é melhor preparar o bolso. Atualmente as bonecas são verdadeiros itens de luxo! Em sites como eBay e Mercado Livre seus preços variam de 400 dólares (cerca de 700 reais, de acordo com a cotação do dólar) ou até 2 mil reais.

Confira abaixo uma miscelânea dos desfiles do estilista:

Com informações da revista Manequim, Lilian Pacce/GNT, Mondo Moda e Colherada Cultural.

Espero que tenham gostado! 🙂

Anúncios

23 comentários sobre “Made in Brazil: Barbie by Conrado Segreto

  1. As Barbies do Conrado Segreto são das + bonitas assinadas por estilistas em toda a história da Barbie. Infelizmente só foram lançadas no Brasil e dificilmente a Mattel teria interesse em relança-las; oque é uma pena já que elas teriam tudo para repetir o sucesso.

  2. Caramba mas que legal! Nunca soube que algum estilista brasileiro já vestiu a Barbie! Os tempos da Estrela eram bons… a Etrela também pôde fazer a própria Moranguinho, a Cafézinho, eu lembro *o*

  3. É realmente um orgulho ver um estilista brasileiro vestir a Barbie. Adorei todas.
    E quero deixar claro, sobre meu comentário na antepenúltima postagem, que eu também não me conformo com a baixa variedade em que os fabricantes se baseiam para montar a face da Barbie. Mas aceito tais condições porque, afinal, as bonecas são criadas para crianças. Não somente a Barbie utiliza tal “rosto perfeito”, reparem na Cinderela, na Branca de Neve, na Polly Pocket… Nenhuma criança gostaria – isso é verdade – que sua Barbie Ginásta viesse com o rosto da Barbie Louboutin. É por isso que temos as bonecas da linha Collector.
    Mas realmente, a variedade é um ponto em que a Mattel precisa melhorar.
    abraços. E.

    1. Oi Gi!
      As últimas que comprei são de lá (exceto a da Avon que foi presente). Mas compro por intermédio da Flávia, que mora nos EUA e depois enviabas dolls para mim.
      Infelizmente o BC não vende para o Brasil, diretamente.
      Bjo

  4. Ah que pena.Mas olha pelo lado bom.Aquela caixinha que vem com a doll e a camiseta você pode ter , manda o dinheiro para um parente nos EUA , eles fazem a compra e te mandam.Esse é bem o lado bom da coisa.

    1. Oi!
      É como se fosse uma faixa de plástico costurada ao longo do cabelo, né? É um pouco complicado tirar (na verdade ele vem preso ao cabelo para facilitar na hora de prender o boneco à caixa e também para evitar que o cabelo fique armado ou bagunçado). Só que quando se resolve tirar da caixa, geralmente se tira. O problema é como fazê-lo. Note que há uma costura, então, não dá para cortar de qualquer jeito. Nem tente puxar um dos lados da fita, senão você pode inadvertidamente acabar arrancando cabelos do seu lindinho. Então, com o auxílio de uma tesourinha ou faquinha, tente encontrar o ponto final desta costura e dê um micro-corte. Cuidadosamente, então, vá tirando os pontos da costura – dai você perceberá que o tal “coiso” de plástico vai começar a se desprender. Vá tirando ponto e puxando cuidadosamente a faixa de plástico. Faça isso vagarosamente até a faixa sair completamente. Leva certo tempo, mas é melhor que tirar rapidamente e acabar tirando chumaço de cabelo.
      Qualquer coisa, grita!
      Bjo 🙂 Espero ter te ajudado!

  5. Nossa.. imagina uma “releitura” dessas dolls Segreto com rostinho Superstar “moderno” e com model muse… ia ser lindass, essas roupas ainda são super atuais p Barbies especiais como essas! Ia ser uma big homenagem a nós colecionadores brasileiroos!

  6. Não lembro direito dessa época. De todas, acho que os anos 90 foram os que me deixaram mais afastado da Barbie. Havia algo nos formatos das roupas, nos cabelos e nas cores que simplesmente não me atraía.

    Não sou conhecedor de moda nem nada. Aliás, entendo MUITO POUCO de moda, por isso minha opinião pode ser a mais idiota possível 😉 Tem algo excessivo nos panos e detalhes que me desagrada nas roupas do Conrado Segreto.

    Acho que não é à toa que o me trouxe de volta a Barbie foram os visuais retrô da década de 60 e a linha Basic.

    Mas de qualquer forma é interessante ver um brasileiro fazendo parte dessa história. Alguém sabe se existem brasileiros efetivamente trabalhando na Mattel?

  7. Seu post da Grace me deu a decisão final, estava pau a pau entre a Angelica (pra par com o Depp) e a Grace, decidi que minha próxima aquisição será ela. o MBD está me ajudando mt nessa minha nova fase colecionando dolls

  8. Tenho uma coisa pra mostrar http://migre.me/5FsZh Ken Fashionistas 2012, meus pensamentos sobre eles, o loiro tá sensacional, meio nerd, eu realmente gosto, já o moreno, têm algo realmente estranho, eu gostei de terem variado no corte de cabelo ( que pra mim parecia sempre o mesmo) MAS esse corte deixou ele com uma cara muito de novinho, tipo 17 anos, o que é estranho já que o resto da linha inteira parece ter seus 23/25 anos.

Deixe seu comentário no espaço abaixo! Obrigada! :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s